imap-blog-familia

Mediação online: o que é e como funciona?


Com o constante avanço proporcionado pela internet, cada vez mais surgem novas ferramentas que facilitam o setor jurídico. Os impactos proporcionados mudam a maneira de se trabalhar e faz com que surjam novos conceitos, como a advocacia 4.0

Nesse novo cenário, os profissionais precisam estar constantemente atualizados às novas práticas. Aliar o setor jurídico ao mundo online se tornou possível, já se adequar, obrigatório, se o profissional não quiser se tornar obsoleto.

Uma das práticas impactadas pela tecnologia foi o setor da Mediação. Essa prática, busca solucionar conflitos de maneira amigável entre as partes. Com a internet, ficou ainda mais fácil resolver os conflitos através desta metodologia.

Qual o papel da Mediação?

A mediação é um método alternativo e adequado de resolver conflitos, que não conta com a participação do Poder Judiciário. Essa prática visa não apenas desafogar o sistema Judiciário, que anos após ano acumula processos, como oferecer uma ferramenta moderna e eficaz. As principais vantagens da mediação são o seu baixo custo e a rapidez na resolução de conflitos.

Esse método conta com o auxílio de uma terceira figura, o mediador. Esse profissional é altamente capacitado para esse tipo de situação. É papel dele durante o processo, ser imparcial e facilitar a comunicação, mas sem transmitir opinião.  Esse tipo de processo é mais humanizado, pois trata do problema entre as partes, para que cheguem, de maneira amigável e consensual a um acordo. 

Com a mediação, a duração do processo depende apenas das partes. Segundo o relatório Justiça em Números de 2019 do Conselho Nacional de Justiça, o maior tempo de duração de processo pendente na Justiça Federal foi de mais de 8 anos, enquanto na Justiça Estadual foi mais de 6 anos. 

O que é a Mediação Online?

A mediação online surgiu com o intuito de proporcionar uma experiência positiva e rápida aos envolvidos. Além disso, como meio de facilitar o processo do Judiciário. No meio online os conflitos são solucionados da mesma maneira, não mudam as técnicas da mediação e como são aplicadas. 

Enquanto a mediação comum exige que os encontros sejam presenciais, a mediação online possibilita o diálogo entre as partes através da tela de um computador ou celular, de qualquer lugar do mundo. Ou seja, esse método dá muito mais flexibilidade para o processo. 

Já parou para pensar quantos meses levam para que partes de países diferentes entrem em um acordo via judicial? Então, o meio online é uma boa solução até mesmo quando os envolvidos preferem não se encontrar pessoalmente, evitando situações embaraçosas e tensas.

A mediação online serve para quais casos?

A mediação possibilita a resolução de diferentes conflitos, sejam eles no âmbito privado, imobiliário, escolar, trabalhista, em condomínios, entre outros. É importante ressaltar que no meio online nada muda, os conflitos podem ser resolvidos igualmente como na mediação comum.

Um dos casos recorrentes na mediação é no âmbito familiar, em que podem ser tratados de casos como guarda dos filhos, pensão, divórcio, entre outros relacionados ao tema. Nesse tipo de conflito, a mediação online auxilia as partes que estão emocionalmente atingidas e proporciona um ambiente acolhedor e seguro. 

Em casos familiares onde os envolvidos não querem se encontrar, moram em diferentes locais ou não podem estar presentes no mesmo lugar, a mediação online facilita o processo. A facilidade se dá tanto na realização das audiências, quanto em não gerar tanto desconforto. 

Independente do método, seja a mediação seja comum ou no meio online, é possível um atendimento humanizado, acolhedor, econômico e menos burocrático. Esse método, além de todos os benefícios, têm papel de reatar a comunicação e soluciona o conflito da melhor maneira possível. 


Quer saber mais sobre o assunto? Fale conosco. O IMAP é um instituto especialista na resolução de conflitos através da mediação.

Deseja compartilhar o artigo?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp